Sinopse:
CUIDADO: Esta história de amor pode matar você de tanto rir. Ah, e está escandalosamente lotada de porres homéricos e, hummm, sexo da melhor qualidade!
Claire é uma espirituosa jovem de vinte e poucos anos que trabalha num bar (não era esse o plano, mas...) e, muito a contragosto, resolveu ajudar a melhor amiga (uma expert em malícias) a vender brinquedos eróticos bem safadinhos. Na verdade, seu sonho é viver de delícias, ou melhor, abrir uma confeitaria dedicada exclusivamente a doces, cookies e bolos feitos com muuuito chocolate. Quando Carter, um rapaz que conheceu numa festa de faculdade e com quem passou uma única noite (o suficiente para mudar sua vida para sempre!), reaparece na cidade sem demonstrar reconhecê-la, a não ser pelo profundo aroma de chocolate que Claire exala no ar, ela se mostra determinada – aaaai que loucura! – a fazê-lo nunca mais se esquecer dela. Só que existe uma terceira pessoa na relação (divertidíssimo, porém desbocado e inconveniente). Alguém que Carter desconhece e que, das duas uma: ou o obrigará a comprar uma passagem só de ida para o Polo Norte ou o fará o homem mais feliz do mundo!!!Idade Mínima Recomendada: 16 Anos
(Na minha opinião só depois dos 18).

Oi meninas, já vou avisando que se você não gosta de ler romances eróticos, com palavras chulas e de baixo calão, você não sabe o que está perdendo! A verdade é que esse livro me divertiu muito e o achei tão engraçado, que queria que todo mundo lesse!





Depois de ouvir todo mundo falar que era engraçado, me rendi ao livro da capa mais estranha que já vi na vida! Confesso que tenho que dar o braço a torcer e dizer: “quem vê cara não vê coração! ”. 

Logo nas primeiras páginas, enxugava as lágrimas – de tanto rir. Claire não quer ter filhos nem a pau, mas depois de perder a virgindade em uma festa, bêbada e com o carinha mais legal do mundo, ela engravida! E aí minha gente, aos 20 anos, grávida, tendo que largar a faculdade e sua vida, ela volta para a casa para criar um filho de um homem que ela nem sabe o nome!

“– E aí, Claire, o que você quer ser quando crescer? – Nunca vou ter filhos.""– Claire, você já escolheu uma especialização? – Nunca vou ter filhos.""– Quer suas batatas fritas com o quê? – Nunca vou ter filhos.”


Após 5 anos, criando o filho desbocado, trabalhando num bar, sonhando em ter sua loja para vender seus doces, Claire vive a vida como dá. Sua melhor amiga, Liz, tornou-se seu braço direito e fazendo jus ao posto, convence-a a embarcar em uma loucura. 

O que pode ser melhor do que sexo e chocolate? Nada, então surge o Bolos & Consolos, ou então Coitos & biscoitos e o meu preferido: Profiterolas (Pense na minha gargalhada!!!!). Esses são os possíveis nomes, até chegarem em Malícias e Delícias! Que é um sex shop e uma delicatessen juntas!

Nessa bagunça o cara com o pinto de ouro aparece!!! Carter é tão fofo, na verdade é o cara mais fofo do mundo! Já falei fofo?? Ele também procurava a mulher da festa, aquela que tinha cheiro de chocolate. Estava caidinho por ela! 


“(...) já se passaram cinco anos e eu ainda não consegui tirar o cheiro dela da minha cabeça. Grandes merdas! (...) Quando encontro uma loja que vende loções ou sabonetes, entro e cheiro alguns, para o caso de um deles ter o cheiro dela. Não consigo desperdiçar nenhuma oportunidade de tentar sentir aquele perfume novamente. Isso até hoje me enlouquece.”


A mente dele é tão defeituosa como a da Claire e seu monstrinho, que juntos formam a família perfeita! <3

O livro só tem maluco! Tem uma amiga louca, uma amiga burra, um amigo retardado, do tipo pego geral com meu super pinto, e usa isso na camiseta para alertar todo mundo! E o melhor de todos, o Gavin, o moleque, filho da Claire e Carter, que pelo amor de Deus, se eu tivesse morrendo de vontade de ter filho, pensaria mil vezes antes de ter! rsrsrsrsrs Não é à toa que a Claire deixa bem claro que poderia doar seu filho a um brechó, ou deixá-lo no meio da estrada!

– Mamãe, vão ter uma festa e visitas?
– Não, não vamos dar festa nenhuma, por quê? (...)
– Por causo que você tá limpando a casa. Você só limpa a casa quando vem visita.
Tirei a cabeça quase enfiada debaixo do sofá e fiquei agachada, com a bunda apoiada nos tornozelos.
– Eu não limpo a casa só quando vamos ter visitas – reclamei.
– Só limpa, sim!
– Não, não limpo.
– Viu que não limpa? – confirmou ele, com a cabeça.
– Não foi isso que eu disse!
– Só limpa, sim!!!

Sem contar que a tradução do livro me encantou. Sabe quando traduzem uma piada gringa para o português e ficamos boiando? Do tipo: cri cri cri mesmo? Pois é, isso não acontece aqui! O objetivo do livro além de contar um romance, é fazer o leitor rir com a vida maluca e situações dos personagens, por isso não tinha motivo nenhum para a editora agir diferente e não adequar para o gosto brasileiro! Isso não me incomodou, e foi um dos diferenciais dos livros para mim!

Então, digo com todas as letras, se gostar de romance hot e quiser dar muitas risadas, se joga nele, e descubra o verdadeiro significado da expressão vergonha alheia!


4 Estrelas


23 Comentários

  1. Ahhhhh, um dos melhores livros de 2015 (pra mim!).
    Adorei a resenha.
    Falo para todos, leiam! Sem moderação.

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhh, um dos melhores livros de 2015 (pra mim!).
    Adorei a resenha.
    Falo para todos, leiam! Sem moderação.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Caroooo!!
    Amei a sua resenha e com certeza já esta na lista de 2016.
    BJus :*

    ResponderExcluir
  4. Adoreiii a resenha Caro. Fiquei com vontade de ler ele.

    ResponderExcluir
  5. Nossa curiosa demais agora!!! Preciso ler! Ótima resenha! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Adoreiii a resenha Caro. Fiquei com vontade de ler ele.

    ResponderExcluir
  7. Ja vi muita gente falando desse livro, pensei em colocar na lista pra esse ano... agora com essa resenha, com certeza vou ler! :D beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina, pois é, as meninas do grupo adoraram tb! <3

      Excluir
  8. Gostei da resenha. Agora que estou lendo nem tenho mais vontade de doar minhas crianças rsrs rindo muito. Acho que exageraram na abrasileirada que deram na tradução, mas estou gostando, realmente sinto vergonha alheia. Os amigos são ótimos.

    ResponderExcluir
  9. Arrasou na resenha ❤ Parece que leu meus pensamentos!!!!

    ResponderExcluir
  10. Arrasou na resenha ❤ Parece que leu meus pensamentos!!!!

    ResponderExcluir
  11. Uiiaaaaaa. Se antes tava curiosa para ler, agora então to alucinada. Necessito. Arrasou amore. Amei a resenha <3

    ResponderExcluir
  12. Realmente essa capa espanta, mas sua resenha me instigou, vai pra lista ! hehe
    bj

    ResponderExcluir
  13. KKKKKKKKK Só lendo a resenha eu já dei risada,imagine o livro!!!
    Estou doidaaa para ler...e apesar da capa não ser muito atrativa,digamos,pelo menos têm a ver com a história ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk
      Eu ri muito mesmo!
      Achei que a capa não precisava da boneca, mas...
      Vale a pena o livro!
      bjo

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...