Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.
Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.


Oi gente! Como estão?

Eu estou muito bem! O ano de 2016 começou complicado para mim em relação as leituras. Poucas coisas aguçaram meu interesse, e por isso resolvi reler vários livros que amo.

O primeiro que vou contar a vocês é A Voz do Arqueiro da autora Mia Sheridan. Ele faz parte da série os signos do amor, que está sendo publicada aqui no Brasil pela editora Arqueiro.


Oba! O item do #DesafioHistóricoeEu a ser cumprido foi: Ler um Romance Histórico de banca. E eu amo livros de banca! São fofos, românticos, e cheio de amor! Bora lá conhecer A Mansão dos Segredos.




Devin Aincourt, conde de Ravenscar, era um verdadeiro libertino. Ele se comprazia em gastar todo o dinheiro herdado e ignorar a administração de suas terras. Até o dia em que sua mãe implorou para que ele recuperasse a fortuna e o nome da família se casando com Miranda, uma rica herdeira americana. No entanto, Devin não imaginava que esta estrangeira decidida e autêntica tivesse os próprios planos: tornar suas terras rentáveis outra vez, arrancar o conde das garras da amante e conquistar seu coração — mesmo que ela tivesse de enfrentar a maldição rogada sobre os Aincourt há várias gerações…




Era uma vez uma maldição... nenhum homem da família Aincourt seria bem-sucedido e encontraria a felicidade!

O sexto conde de Ravenscar sabia bem do que essa maldição se tratava, e sinceramente não estava dando à mínima! O negócio dele era beber com amigos, jogos, farra e mulheres, especialmente uma, Leona, sua amante há anos!

Ser libertino e cafajeste estava em sua índole, e ele gostava disso. Estava muito bem, obrigado, até ser intimado pela sua mãe a se casar com uma americana rica!


Oi amores, vocês não têm ideia de como estou feliz em anunciar a minha parceria com a F. P. Rozante. Além de ser super fã dessa autora, ela é uma pessoa essencial na minha vida. Por isso amigo, espero que nossa parceria dure a vida toda!!!!



F. P. Rozante, taurina, contabilista por profissão, blogueira de coração e escrita por pura paixão, descobriu nos livros sua verdadeira essência. Leitora compulsiva e voraz desde pequena, decidiu se aventurar na escrita após um período conturbado de mudanças em sua vida. Recolhendo cadernos e rascunhos onde sempre costumava escrever pensamentos e textos aleatórios, encontrou seu verdadeiro eu, aquele cercado pelas letras e frases, capaz de transportá-la para um universo único e repleto de paz.



Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim, pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém, Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.


Oi gente, tudo bem com você?

Desculpa o sumiço, mas me enrolei legal esse mês.

Eu já tinha ouvido falar muito de Desejo Proibido, e não sei porque não tinha pego para ler, talvez pela sinopse não ter me atraído quanto outros que estavam na minha imensa fila de livros. Contudo, uma amiga linda leu e não fez o estilo dela, porque ela disse que o livro era muito fofo, e me deu o livro!

Coloquei ele no meu pote de livros (se não viu, veja aqui!) e ele foi o primeiro escolhido. Não sei se a temática de professora certinha e presidiário faria meu estilo, mas ao certo que comecei a ler e só parei quando acabou.

Oi gente!!!

Em fevereiro eu recebi tanta coisa boa!

Gravei com a câmera do celular, então o vídeo não é lá essas coisas em relação a qualidade, mas não podia deixar de mostrar a vocês os livros recebidos de janeiro!

Estou tão ansiosa e apreensiva! E gostaria de saber o que acharam! Deixe, por favor sua opinião!






Espero que tenham gostado!!!



Oi gente, tudo bem com vocês?

Eu estou ótima, e muito feliz por ter lido um livro delícia como Entre o Amor e a Vingança. E esse foi meu segundo tópico do #DesafioHistóricoseEu que o Blog Atitude Literária me desafiou: Ler um livro histórico com a temática casamento. Para saber mais, veja o post oficial aqui!



O que um canalha quer, um canalha consegue... Uma década atrás, o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury.
Após um noivado rompido e vários pretendentes decepcionantes, Penélope ficou com pouco interesse em um casamento tranquilo e confortável, e passou a desejar algo mais em sua vida. Sua sorte é que seu novo marido, o marquês de Bourne, pode proporcionar a ela o acesso a um mundo inexplorado de prazeres. Apesar de Bourne ser um príncipe do submundo de Londres, sua intenção é manter Penélope intocada por sua sede de vingança – o que parece ser um desafio cada vez maior, pois a esposa começa a mostrar seus próprios desejos e está disposta a apostar qualquer coisa por eles…
…até mesmo seu coração.



Elizabeth e suas quatro irmãs estão impossibilitadas de herdar a propriedade de seu velho pai e enfrentam a ameaça do despejo. As irmãs devem garantir sua segurança financeira por meio do casamento, mas nossa heroína tem outros planos. Ela fez votos de se casar somente por amor. Seu olhar acaba capturado pelo distinto Sr. Darcy, mas quem irá salvar os Bennets? Elizabeth deve se casar por amor ou deve salvar sua família? Uma adaptação fiel e primorosa do clássico romance de Jane Austen para os quadrinhos.




Oi gente!!!

Todo mundo sabe que amo romances históricos, né? E quando se fala em Jane Austen e Orgulho & Preconceito, fico louca!

Quando recebi o HQ (história em quadrinhos) de O & P, quase morri! Eu gritei, beijei o livro, e fui correndo gravar um vídeo para mostrar como ele é! 

Não vou fazer uma resenha dele! É só mesmo para mostrar o livro para vocês!!!!


Oi Lindas! O primeiro item do #DesafiosHistóricoseEu que estou participando do Blog Atitude Literária, já foi concluído! Confesso que esse livro já estava na minha meta de leitura e amei que pude encaixar no desafio: Ler um Romance Histórico ambientado no século 19 (1801 – 1900).




Sinopse: Autora de mais de quinze best-sellers, Judith McNaught constrói histórias cativantes de esperança e amor, como Agora e Sempre. Em 1815, a americana Victoria Seaton perde os pais em um trágico acidente. Ela e a irmã Dorothy ficam desamparadas até descobrirem que a mãe pertencera à aristocracia inglesa. As irmãs são forçadas a partir para a Inglaterra e se hospedarem na casa de parentes desconhecidos. Victoria surpreende-se com seu primo distante, o lorde Jason Fielding, disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade. Confusa pela arrogância de Jason, mas atraída por seu forte poder de sedução, ela percebe que o primo é assombrado por um passado doloroso. 




Esse item do desafio é o mais fácil para mim, porque essa época é a minha preferida. O livro escolhido foi Agora e Sempre da Judith McNaught, que tem como contexto de fundo uma Londres de 1815. É o primeiro da série Sequels, mas pode ser lido separadamente. Eu mesma li a série de trás para frente! Quem não conhece a autora e ama esse gênero literário, ou pelo menos tem curiosidade, leia Judith Mcnaught! Ela é uma escritora americana, que já lançou seus livros no Brasil, em várias edições. O Agora e Sempre que li é a edição de bolso da BestBolso, e pode ser encontrado ainda para venda no Brasil!