Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim, pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém, Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.


Oi gente, tudo bem com você?

Desculpa o sumiço, mas me enrolei legal esse mês.

Eu já tinha ouvido falar muito de Desejo Proibido, e não sei porque não tinha pego para ler, talvez pela sinopse não ter me atraído quanto outros que estavam na minha imensa fila de livros. Contudo, uma amiga linda leu e não fez o estilo dela, porque ela disse que o livro era muito fofo, e me deu o livro!

Coloquei ele no meu pote de livros (se não viu, veja aqui!) e ele foi o primeiro escolhido. Não sei se a temática de professora certinha e presidiário faria meu estilo, mas ao certo que comecei a ler e só parei quando acabou.


Katherine é uma professora de literatura e fez uma promessa ao pai de ser melhor, de fazer o melhor pelos outros! Todos em sua volta se surpreenderam quando ela decide dar aula no presídio. Seus amigos e sua mãe são absolutamente contra, mas a decisão já está tomada e ela vai...

Carter está há 18 meses preso por porte de drogas, e é considerado um cara problemático. Ele é completamente mal-humorado, e precisa lidar com seus rompantes de raiva. Para conseguir a liberdade condicional, fazer aulas e mostrar estar apto a viver novamente em sociedade é fundamental para a sua soltura. Seu conselheiro sugere aulas de literatura como sua última chance.

Logo na primeira aula, Carter chega todo marrento, querendo mostrar que não está nem aí, que ele é quem manda. Mas Katherine não deixa! Mostra quem é a professora e quem manda na sala de aula é ela, e se não quiser participar, ele pode pegar seu mal humor e sair pela porta da frente. O cara fica azedo, excitado, mas fica quieto! O que durou muito pouco, já que na segunda aula, ele fez besteira e é expulso da sala e perde sua chance.

“Aquela era a explicação mais honesta que podia dar, pois a verdade era que ele não sabia. Não sabia por que queria voltar às aulas da Srta. Lane. Não sabia por que ela o fazia se sentir tão desequilibrado e muito menos por que ela o tinha limpado quando ele estava sangrando.”

Kat fica sabendo que suas aulas eram essenciais para que ele consiga a liberdade e não sabe porque aquilo a toca. Ela propõe uma ajuda: aulas particulares!

Carter fica ressabiado com isso, e quando ele descobre que ela é Katherine Lane, sua Pêssegos, ele aceita na hora! As aulas saem melhor do que o esperado, e a atração que os dois sentem um pelo outro vai se aflorando. Carter é um cara bonito, com um corpo bacana que esconde tatuagem em sua pele, seus cabelos castanhos cortados curtos, dão um charme perigoso a ele. Kat por outro lado, é bonita, clássica, seus cabelos ruivos dá um ar de Dana Scully a ela. Sem contar que ela usa aquelas saias lápis, que deixa o Carter babando!




O segrego em torno do casal é algo complicado, mas que ambos conseguem lidar muito bem! É um puta clichezão! Hahahahha desculpa o palavrão, mas o livro tá na cara que vai rolar um lance entre eles, e você sabe exatamente como vai acabar. Porém o livro é tão fofo!

– Você é tudo para mim, Pêssegos. Sempre foi. Sempre. Você é a melhor coisa que já aconteceu na minha vida. – Ele a beijou. – Você é meu tudo.

Carter é um cara complicado, e Kat é apesar de ser doce, é tão forte e está lá para ele para o que ele precisar! O amor floresce a olhos nu, e as cenas dos dois juntos são tão intensas, tão bonita, que não tem como não querer aquilo para você também!

Desejo Proibido me agradou de diversas maneiras, e como já estou acostumada e adoro narrativa em terceira pessoa, foi um bônus. Acho muito legal saber o que cada um dos personagens está pensando, e o que pretendem fazer.

Claro que gostei muito do romance, mas autora tem uma pegada na questão do preconceito social que ex-presidiários sofrem quando retornam a sociedade, que eu adorei. Ela mostra que pessoas cometem erros em sua vida, e que podem ter tido razões para fazer isso! Não que Carter era inocente de todas as suas acusações, mas ele estava disposto a aceitar que seu passado ficaria onde se deve e que não poderia fazer nada para mudá-lo, mas que no presente e no futuro, ele poderia tomar decisões melhores  e mais conscientes. No caso de Carter, Kat teve papel fundamental para ele desejar essa mudança. Não foi ela que o transformou, partiu dele tentar ser melhor para merecê-la!

Vale a pena a leitura! Bora ler o 1.5 que está disponível gratuitamente na Amazon!

Beijos e até mais!



Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...