Um passado a ser esquecido. Um presente nada promissor. Um futuro a ser conquistado.
“O PARAÍSO À BEIRA-MAR.”
“O SEGREDO MAIS BEM GUARDADO DA NOVA INGLATERRA.”
A ilha de Seashell, onde passei minha vida inteira, é tudo isso e muito mais. No entanto, a única coisa que eu quero é ir embora daqui.
Gwen Castle nunca quis tanto dizer adeus à sua ilha natal quanto agora: o verão em que o Maior Erro da Sua Vida, Cassidy Somers, aceita um emprego lá como faz-tudo. Ele é um garoto rico da cidade grande, e ela é filha de uma faxineira que trabalha para os veranistas da ilha. Gwen tem medo de que esse também venha a ser o seu destino, mas, justamente quando parece que ela nunca vai conseguir escapar do que aconteceu – ou da ilha –, o passado explode no presente, redefinindo os limites de sua vida. Emoções correm soltas e histórias secretas se desenrolam, enquanto Gwen passa um lindo e agitado verão lutando para conciliar o que pensou que fosse verdade – sobre o lugar onde vive, as pessoas que ama, e até ela mesma – com o que de fato é.


Oi gente!

Entrei em um projeto muito bacana, junto com a Editora Valentina, sobre o livro Pensei que fosse verdade, que é o “Vamos ler juntos”? 

O livro é o segundo da autora e pode ser lido fora de ordem. Então, bora falar sobre o livro.

Aqui conhecemos a Gwen, uma adolescente de 17 anos que mora em uma ilha, onde o foco é o turismo. Por isso, quando a ilha está fora de temporada, só ficam os habitantes mesmo abastecidos, por assim dizer. Ela é filha de pais solteiros, sua mãe é a faxineira da ilha e o pai tem uma lanchonete. Sempre ajudava seu pai quando estava de férias, mas agora, precisa de outra coisa. Sua mãe consegue um trabalho como acompanhante para uma senhora que está passando por alguns problemas.

Gwen assim como toda adolescente, tem várias dúvidas na vida. Sobre o que vai fazer depois que acabar o colégio, quem vai cuidar do irmão mais novo, pois ele é especial. Sem contar os problemas com os garotos. Ela já tem uma pequena fama por ter ficado com alguns meninos, e no início, descobrimos que o único problema real é com o Cassidy. Quando ele aparece, ela some. Não quer saber dele, mas para onde olha, lá está ele.

Cassidy é o garoto rico e bonito, os pais têm uma casa na ilha, e estuda na mesma escola que Gwen. Ele é novo “faz tudo” da ilha. Um tipo de zelador da ilha. E está em todos os lugares. Ele, com certeza, é daqueles meninos “pé-no-chão”, que mesmo tendo tudo o que quer ainda trata as pessoas com simpatia e educação. E é caidinho pela Gwen.

O fato, é que as revelações vêm aos poucos. O livro mostra a história presente assim como flashbacks, e por isso, vamos descobrindo qual a história por trás de Gwen e Cassidy. Os dois se amam e odeiam, e por mais que Gwen esteja envolvida, não se entrega totalmente, pois já foi muito enganada.
“(...) você está ficando com aquele olhar vidrado que leva a pessoa a perder a lucidez, tomar decisões precipitadas e voltar para casa no dia seguinte com a maquiagem borrada e as roupas amassadas. ”
Pensei que fosse verdade, conta a história de vida de pessoas que poderiam ser reais. Que estão lidando com problemas financeiros, dúvidas reais, e principalmente como bullying muda a inocência das pessoas. Um dos personagens que roubou cena foi o irmão da Gwen, o Emory. Ele não é autista, mas de certo que não é como qualquer criança. É inspirador ver a relação de sua família com ele.

“Meu irmão de oito anos não é autista. Ele não é nada que já tenham mapeado geneticamente. Ele é apenas Emory. Sem qualquer diagnóstico, gráfico ou mapa. Algumas coisas difíceis são fáceis para ele, e outras, que são básicas, exigem o seu esforço. ”
Posso dizer, que não é um romancezinho bobo, porque muitas vezes está em segundo plano. E o que realmente aparece é como decisões importantes são tomadas nessa fase tão frágil e tão crucial da vida. E Gwen questiona tudo o que aprendeu. Sobre as relações com as pessoas, sua ideologia. Por isso o título cabe muito bem ao livro.

Acho que todo mundo sabe que amo livros young adults, e esse não me decepcionou. No início, por mais lento que fosse a leitura, sempre me prendeu!

Espero que goste dessa leitura.

Beijos e até mais!
 

2 Comentários

  1. Oie
    Ainda não conhecia o livro, gostei da premissa, parece ser uma história muito boa. Fiquei com vontade de ler.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!
      Ele é bem fofo! Como disse, amo Young Adult! <3
      Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...